Rua Sorocaba 800, CEP 22271-100, Botafogo, Rio de Janeiro, Brasil.

quinta-feira, 7 de março de 2013

Grupo Cultural da Casa das Palmeiras



          Todas as quartas-feiras, à tarde, depois do lanche fraterno e amigo, na Casa das Palmeiras, têm uma atividade que denominamos Grupo Cultural. Cliente, estagiários e colaboradores participam sob a coordenação de Dr. Edgar Tavares, médico psiquiatra, que como meta oferece oportunidades saudáveis para a mente e as emoções dos participantes.
          Esta atividade tem como objetivo um tempo para se vivenciar o saudável e prazeroso através de recursos outros que não visam medicações; é Cultura como remédio.
          Esta semana, dia 6 de março de 2013 foi dedicada à música erudita, a música clássica.
          Há dois meses um dos nossos clientes, R. V., disse gostar muito dos Noturnos. Assim atendendo o seu desejo, ouvimos uma gravação do maravilhoso pianista brasileiro Nelson Freire tocando os Noturnos de Chopim  Inicialmente Dr. Edgar fez uma breve exposição sobre a música clássica e sobre o que iríamos ouvir. Já avisando que na próxima semana será dedicada à música popular.
          Como é da práxis escrever ou desenhar algo, no correr da atividade, acolhidos pela musicalidade, espontaneamente, cada um expressou o que surgiu das profundezas do inconsciente. Cada um mostrou o que fizera, sendo aplaudidos. Na maioria surgiram desenhos mobilizados com os Noturnos de Chopim.  
          Presenteamos nossos visitantes do Blog com a Poesia de um usuário que tem vivenciado momentos muitos frágeis e dolorosos, neste período de sua vida; fragmentado, procura juntar os cacos e se reorganizar. Ele nos diz que a Casa o acolhe com muito afeto. Num canto, em torno da grande mesa, acompanhou a atividade ouvindo Chopim  com olhar atento. Apanhou uma folha de papel e escreveu. Não quis ler sua poesia, preferiu o silêncio e com sorriso sensível de prazer esticou as mãos e entregou a folha de papel para Dr. Edgar.
_______________________________

2 comentários:

Lucas P. Guesser disse...

Fantástico! A Casa parece realizar muito bem o que pretende nas atividades terapêuticas.
Fico admirado com cada ação desenvolvida que vejo através do blog, quero um dia poder conhecer pessoalmente o ambiente. Sou psicólogo e pretendo trabalhar terapeuticamente com arte, certamente com alguma influência do que vejo na Casa das Palmeiras.
Parabéns a toda a equipe!

Anônimo disse...

Lucas, que bom você acompanhar o blog. Tentamos fazer o melhor. Venha conhecer a Casa das Palmeiras, será um prazer.
Afetuosamente,
a equipe
Nosso tel 2266-6465 > é só marcar