Rua Sorocaba 800, CEP 22271-100, Botafogo, Rio de Janeiro, Brasil.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

Casa das Palmeiras _ 23 dez. 2020 _ 64 anos! Imagens.

Memória imagística


Casa das Palmeiras um oásis para os que sofrem do emocional afetivo e mental.

A Casa das Palmeiras, hoje, é lembrada com imenso carinho em razão da sua Fundação em 23 de dezembro de 1956. Mantem-se firme e resistente, sendo protegida pela Diretoria que determinou distanciamento _ fechada neste momento _ num intervalo de espera diante dos riscos da pandemia Coronavírus-19 _que impede reabrir as portas para as atividades. Medida necessária que exige distância e todos os cuidados possíveis.

             Desejamos que a saúde volte ao planeta Terra, nossa Mãe Natureza e tudo volte ao normal, com novos impulsos de criatividade e calor humano _ reencontro dos amigos e amigas no coração da Casa _ real oásis dos que sofrem delicadezas em conflitos internos emocionais e mentais.
Jardim 
          Muitos ansiosos pela reabertura da Casa para o bom convívio social e das atividades nos Ateliês e das oficinas de trabalho criativo _ Aqui imagens que se mantêm vivas na memória! _ Arquivadas para estudos e pesquisas do mundo interno.

















                Viva a maravilhosa precursora, inovadora, humaníssima pensadora NISE DA SILVEIRA !!!
- Fundadora da Casa das Palmeiras com a colaboração de mais quatro corajosas mulheres. (ler tudo na abertura deste Blog) 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ 

sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Saudades de Nise da Silveira

Nise da Silveira - 1970 - na Manifestação aos Quatro Elementos da Natureza / evento artístico.

 Não vamos deixar passar esta data 15/02/1905 – 30/10/1999.

         Saudades, sempre, da sábia pensadora, médica, filósofa, precursora em abrir portas dos direitos sociais e criativos a todo e qualquer ser humano, em especial os desprovidos de saúde mental e emocional.

           Nise da Silveira a mulher que amou demais. Foi toda doação de si para a humanidade, animais, a cultura, a Vida!

Frases de Nise que, eventualmente, aqui já foram publicadas:

“Todo mundo deve inventar alguma coisa, a criatividade reúne em si várias funções psicológicas importantes para a reestruturação da psique. O que cura, fundamentalmente, é o estímulo à criatividade.”

“É necessário se espantar, se indignar e se contagiar, só assim é possível mudar a realidade.”

“Para começar a estudar é preciso, de início, capinar. Capinar, capinar, capinar... Intensamente. Somente, após longo trabalho de capinação é que você poderá trocar o ancinho por um longo pente, e passá-lo sedosamente nos cabelos de uma mulher.”

“A contaminação psíquica é pior que piolho. Vai passando de uma cabeça para outra, numa rapidez incrível. E, como você sabe todo mundo já pegou piolho.”

“Há psiquiatras muito inteligentes, não levam ao pé da letra quando chamei de burrice exemplar da psiquiatria. Jung, por exemplo, não era só um psiquiatra, era um gênio. Foi um homem que levou a psique ao encontro da matéria. Ele reúne matéria e espírito e se aproxima de algo, em psicologia, muito próximo de Einstein. Uma coisa é considerar que matéria e espírito são um só. Outra é a visão cartesiana, que considera a matéria, o bicho, o homem, uma máquina que funciona isoladamente com a razão no alto da cuca comandando”.     

“Sabemos muito pouco da mente, da natureza psíquica, das emoções. Desenhar, pintar, modelar, gravar, depois colocar os nomes, datar os trabalhos e guardá-los em série estas imagens plásticas para pesquisa é ter a possibilidade de um dia, no futuro, se chegar a uma compreensão mais clara e profunda do mundo interno destas pessoas tão enigmáticas, tão misteriosas. A ciência sabe muito pouca a este respeito. E o método para se aproximar de um conhecimento revelador é basicamente o pré-verbal, a pré-palavra. Temos oficinas de encadernação, carpintaria, música e teatro, dança e mímica, botânica, bordado e costura. Atividades expressivas podem apontar os caminhos da vida interna.”

“Os gatos são os seres mais lindos, inteligentes e independentes do mundo. Essa é a razão por que os homens têm tanta dificuldade de se relacionar com eles e os perseguem indiscriminadamente desde o início dos tempos.”

“Desprezo as pessoas que se julgam superiores aos animais. Os animais têm a sabedoria da natureza. Eu gostaria de ser como o gato: quando não se quer saber de uma pessoa, levanta a cauda e sai. Não tem papo.”

“Eu me sinto bicho. Bicho é mais importante que gente. Pra mim o teste é o bicho, se não passar por ele, não tem vez. Freud disse que quem pensa que não é bicho, é arrogante.”

“Só os loucos e os artistas podem me compreender.”

“A pesquisa e o estudo a partir das vertentes imagísticas estão apenas começando. Somente o ponto do iceberg despertou. A partir do século XXI, os interessados neste assunto devem se dedicar intensamente, pois, das imagens surgirão não só revelações sobre o corpo psicológico e físico, como descobertas das potencialidades mentais dos seres humanos. As descobertas futuras sobre o inconsciente revolucionarão a história da raça humana.

“É necessário se espantar, se indignar e se contagiar, só assim é possível mudar a realidade.

O psiquiatra inglês Ronald Lang, estando no Brasil e conhecendo, pessoalmente, a Doutora e sua obra, ficou profundamente tomado de emoções e encanto. A Doutora se viu seduzida por ele e dizia com sutileza: “O Laing era um gato.”

“Estamos socialmente condicionados a considerar a imersão total no espaço e no tempo exterior como coisa normal e saudável. A imersão, no espaço e no tempo interior, tende a ser considerada um afastamento antissocial, um desvio inválido, patológico per se e, de certo modo, desabonador. Para mim, faz muito mais sentido, como projeto de urgência desesperada em nossa época, explorar o espaço e tempo interiores da mente”. “A contribuição de Laing (Ronald) foi a exploração do espaço interior”.

“Eu não me atrevo a definir a loucura”.

“Porque passei pela prisão, eu compreendo as pessoas e os animais que estão doentes, pobres, que sofrem. Eu me identifico com eles”.

Um amigo sobre Nise: “Nise uma universidade, alma de artista. Agregava talentos sem linha divisória, separação”.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

domingo, 18 de outubro de 2020

Casa das Palmeiras _ Vaquinha _ Reforma do Telhado


  LINK ---      http://bit.ly/vaquinhacasadaspalmeiras

    A Casa das Palmeiras está, temporariamente, fechada para os usuários, em razão do Coronavirus-19 _ Para os clientes tem sido de uma falta imensa. Aguardam com ansiedade o retorno.

    Aproveitamos, nós da equipe, neste momento tão difícil, para cuidarmos de assuntos internos da própria instituição.
    Verificamos a urgência da reforma do telhado. Em tempos de chuva forte é grande a invasão d'água no interior da Casa, com riscos sérios em várias questões.
    Uma campanha se faz urgente _ VAQUINHA.

Thomas Pires Ferreira
enviou
há alguns segundoQualquer ajuda é alegria.

    Todos na Casa são voluntários _ salvo dois funcionários. Com imenso afeto, juntos, mantendo a distância, estamos trabalhando _ virtualmente _ com cuidados sem perder os contatos pessoais. 
     Antecipadamente, somos gratos.
    A CASA PRECISA MARTER-SE VIVA 
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~

segunda-feira, 13 de julho de 2020

Mario Novello e Nise da Silveira - encontro


           Mario Novello - foto numa livraria,1999
Visita do físico Mario Novello à Casa das Palmeiras e à Nise da Silveira no Grupo de Estudos C. G. Jung, Rua Marques de Abrantes 151/503, num tradicional encontro das quartas-feiras. Palavras no caderno de presença. Rio de janeiro, 28 abril 1998. O Grupo foi aberto neste dia com uma visita e curta exposição do físico Mário Novello sobre a questão do espaço-tempo.

“Em verdade, fiquei surpreendido pelo funcionamento da Casa das Palmeiras - que eu só conhecia por meio de informações de terceiros. O ambiente que ali me foi exibido foi tão interessante – não só pelo tratamento dado aos “pacientes”, mas principalmente pelo alto nível demostrado pelos participantes do Seminário - em diversos assuntos. Ademais, a experiência de conhecer esse novo ambiente aqui na – ‘Casa da Nise’ também me foi revelador.
Creio que este contato entre diferentes ”saberes” (saberes?) não só é por demais estimulante (para cada um de nós) como certamente produz um modo de caminho que aprofunda os contatos de / entre saberes aparentemente tão afastados quanto o conhecimento do tempo (pela visão dos físicos) e o desconhecimento geral do espaço (por todos nós, físicos e psicólogos).
Ademais, o ambiente relaxado simples, atencioso e de profunda reflexão - que aparece de imediato, para todos que aqui estejam - serve a um só objetivo: unir nosso saber em nome de um conhecimento vivo e não dogmático. É tudo que podemos esperar dessa união”.                                                                                           
                                                                                           Mario Novello

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Palavras de Nise da Silveira _ Metamorfoses e Transformações _ imagens plásticas

Nise da Silveira - Metamorfoses e Transformações * 

“O fenômeno da metamorfose permeia todas as áreas da produção imaginativa do homem. Não poderá, portanto, deixar de possuir profunda significação psicológica. Insistira sobre o lado secreto que une na profundeza todas as coisas – pedra, vegetal, animal, homem, deus? Dará configuração a aspectos da psique que se mantém ocultos nas cavernas da sombra? E quantas coisas mais dirá em linguagem simbólica?” (,,,) 

“M.-L. von Franz, a maior autoridade europeia na pesquisa dos contos de fada, diz que estudá-los seria de certa maneira estudar o esqueleto da psique, pois neles se encontram, desnudadas, suas estruturas básicas.

Os contos de fada são representações de acontecimentos psíquicos. Pertencem ao mundo arquetípico, por isso seus temas reaparecem de maneira tão evidente e pura nos contos de países os mais distantes, em épocas as mais diferentes, com um mínimo de variações. Daí as metamorfoses serem tão frequentes nos contos de fada, dando-lhes um encanto particular. Mostram que as fronteiras entre os seres, nas profundezas da psique, não são irremovivelmente separadas. Príncipes, princesas, personagens diversos são transformados em animais, vegetais, pedras, para recuperarem a condição humana no final dos contos, depois de muitas vicissitudes que exprimem um drama desenvolvido no inconsciente."









Produções plásticas da Casa das Palmeiras _clientes

"No mundo da arte, as metamorfoses sempre estiveram presentes (grifo nosso). A arte gótica, não impondo modelos do real externo, deixando livre a imaginação do artista, fervilha em metamorfose.” (...) 

“Todo ser tende a realizar o que existe nele em potencial, a crescer, completar-se. É o que acontece à semente do vegetal e ao embrião do animal. O mesmo acorre ao homem, quanto ao corpo e quanto à psique. Mas no homem, embora o desenvolvimento de suas potencialidades seja impulsionado por forças instintivas inconscientes, adquire provavelmente caráter peculiar. O homem será capaz de tomar consciência nítida desse crescimento e mesmo de influenciá-lo. Esse crescimento, muitas vezes difícil e até doloroso, caminha na busca de complementação da personalidade específica de cada um, isto é, daquilo que G. Jung denomina processo de individuação”. (...) 

“É um processo lento. Não adianta pretender acelerá-lo artificialmente. Talvez apenas ajudá-lo na remoção de obstáculos e criação de condições favorecedoras. Jung relata que, vária vezes, encontrou antigos analisados, que não via desde muitos anos e, entretanto, continuavam a ampliar seu desenvolvimento”.

“Jung trabalhava como um empirista de olhar excepcionalmente penetrante. Foi assim que apreendeu, através dos sonhos de seus clientes, não só o processo de individuação que cada um buscava realizar por caminhos não lineares, mas um surpreendente paralelo entre esse processo e o opus alquímico”. 

*O Mundo das Imagens – Capítulo 9 _ pág. 142 e 147, Ed. Ática.1999 (esgotado).

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

sábado, 9 de maio de 2020

Homenagem a Abraham Palatnik - grande estímulo à obra de Dra. Nise

Final do ano passado publicamos um artigo de Abraham Palitnik _ Homenagem à Dra. Nise da Silveira.
Agora somos nós quem vamos homenagear este grande artistas brasileiro - pioneiro da Arte Cinética no Brasil - que acaba de nos deixar (19/02/1928 - 9/05/2020). Palatnik foi um grande estímulo à obra de Nise da Silveira. Leiam o que ele escreveu sobre Nise e seu encontro com ela no Museu de Imagens do Inconsciente. 
VER no BLOG _ CLIC link embaixo.
https://casadaspalmeiras.blogspot.com/2019/10/relato-de-abraham-palatinik-sobre-nise.html
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

terça-feira, 7 de abril de 2020

Em Quarentena a Casa das Palmeiras pede doações.



       Prezados Amigos, Amigas e Admiradores da obra de Nise da Silveira, a Casa das Palmeiras está em Quarentena, os clientes com suas famílias se protegendo neste momento tão delicado para todos nós.
        Por responsabilidade não se pode deixar os encargos esquecidos. Desta forma a Diretoria com a equipe da Casa se manifesta com este pedido de DOAÇÕES. A Casa é mantida por clientes, alguns sócios e Amigos generosos que sempre estão presentes _ (Não tem ajuda do Estado ou qualquer outra fonte). Antecipadamente, agradecimentos.
       Qualquer quantia será bem-vinda. Estando a Casa fechada só podemos recolher Doações por meio da conta bancária.
****
Faça uma doação –
(qualquer quantia será bem vinda)
Casa das Palmeiras  
Banco Itaú - Agência - 9161 –
Nº da conta 09906-5  
 CNPJ 33.808.486/0001-48
________________________________________