Rua Sorocaba 800, CEP 22271-100, Botafogo, Rio de Janeiro, Brasil.

quinta-feira, 11 de março de 2021

Diretoria da Casa das Palmeiras _ 7 / dez. / 2020 a 2023.

            A Casa das Palmeiras mantem-se fechada devido a Pandemia. Os clientes sentem imensa falta e toda a equipe da Casa se ressente desta cuidadosa e necessária medida. Aguardamos a melhor oportunidades para retomarmos as atividades criativas nos ateliês e nas várias oficinas. Lanche fraterno cheio de afeto e partilha solidária, passeios e festa.

           Comunicamos que tivemos eleições em 7 dezembro de 2020 a 2023 _ Agora a Casa tem Nova Diretoria.             

        Presidente: Dr. Pietro Accetta _ médico formado pela UFF – 1973. Entre muitas atividades _ Membro Emérito do Colégio Brasileiro de Cirurgiões _ Prof. Emérito da Universidade Federal Fluminense.

      Vice Presidente: Dr. Walter Boechat _ diplomado pelo Instituto C.G. Jung de Zurique/Suíça. Frequentou a Casa das Palmeiras 1970 a 1974. Grupo de Estudos C.G. Jung do MII e G.E. C. G Jung – coordenado por Dra. Nise da Silveira. Atuando em muitas atividade no campo da Psicologia Analítica de C. G. Jung.

        Diretora Técnica: Sra. Vera Macedo _ Psicóloga. Longos anos de trabalho junto à Dra. Nise da Silveira e à Casa das Palmeiras.

        Tesoureira: Sra. Maria Angélica Rocha _ Psicóloga. Longos anos de trabalho junto à Casa das Palmeiras.










"A Casa das Palmeiras é um oásis", diz um cliente.

 _ Recanto terapêutico, com emoção de lidar, que se mantem graças à colaboração de amigos, sócios, voluntários e tantos admiradores desta maravilhosa obra da humaníssima Dra. Nise da Silveira.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

Nise da Silveira _ aniver _ saudade eterna!

 
        Nise da Silveira, nasce em Maceió/Alagoas em 15 de fevereiro de 1905 e falece no RJ em 1999 _ a grande mestra e sábia senhora das imagens internas.
        Texto inédito aqui _ tradução no livro de Lin Yutang _
a Sabedoria da China e da Índia _ Ed. Irmãos Pongetti, 1945.
            (daremos seguimento/cópia da tradução nesta obra - anos que seguiram a anistia, Nise fez traduções)
        Algumas fotos da fundadora da Casa das Palmeiras, MII e de tantos feitos _ uma singela homenagem.

NISE _ pintura/óleo _ Di Cavalcanti _ quadro que pertence à Sociedade dos Amigos do Museu de Imagens do Inconsciente. 

Nise observando uma peça de modelagem 
         Nise sempre lendo, pesquisando... amando os livros 
Sempre reflexiva, mergulhada no mundo interno e desvendando o possível das camadas mais profundas da psique.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Saudades de tantos! Homenagem aos que partiram

           Saudades de tantos clientes que passaram pela Casa das Palmeiras! Muitos o Tempo, a Vida, os levou para outras instâncias!

Este mês perdemos dois queridos Amigos incondicionais da Casa _ Léo, o mestre do silêncio e delicadeza, e, Dr. Edgar Tavares que trabalhou muitos anos com total carinho e paciência para com os usuários.   

A Casa está temporareamente fechada, em razão da pandemia. Todos os cuidados sabemos que são necessários. Todos os clientes-usuários, funcionários, equipe técnica e amigos/as sentem falta, muita falta. Infelizmente, não podemos estar com as portas abertas como desejamos. Delicado momento da travessia e que esperamos reabrir o mais breve possível com criatividade, saúde, partilha.

Aqui registramos um pouco destas duas pessoas tão amadas, que partiram esta semana, janeiro de 2021. Muito queridas e que serão como todos que já partiram, sempre lembrados. Todos, eles e elas, fizeram história por suas singularidades, frequentando a Casa das Palmeiras, regularmente, em atividades nos ateliês, oficinas criativas, festas e passeios _ com emoção de lidar _ compartilhando fraternamente, afetuosamente. A Casa das Palmeiras é um oásis para os clientes! Saudades! Saudades!

Arquivo_ imagens_ memória _ Léo Almeida e Dr. Edgar Tavares 

Hora do cafezinho, leitura breve com Cléia (que ele amava e chamava de Créo)
Mestre do silêncio com o mestre da paciência 
Atividade Floral _

Atividade Poesia

Aqui matéria de 2011

quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

Casa das Palmeiras _ 23 dez. 2020 _ 64 anos! Imagens.

Memória imagística


Casa das Palmeiras um oásis para os que sofrem do emocional afetivo e mental.

A Casa das Palmeiras, hoje, é lembrada com imenso carinho em razão da sua Fundação em 23 de dezembro de 1956. Mantem-se firme e resistente, sendo protegida pela Diretoria que determinou distanciamento _ fechada neste momento _ num intervalo de espera diante dos riscos da pandemia Coronavírus-19 _que impede reabrir as portas para as atividades. Medida necessária que exige distância e todos os cuidados possíveis.

             Desejamos que a saúde volte ao planeta Terra, nossa Mãe Natureza e tudo volte ao normal, com novos impulsos de criatividade e calor humano _ reencontro dos amigos e amigas no coração da Casa _ real oásis dos que sofrem delicadezas em conflitos internos emocionais e mentais.
Jardim 
          Muitos ansiosos pela reabertura da Casa para o bom convívio social e das atividades nos Ateliês e das oficinas de trabalho criativo _ Aqui imagens que se mantêm vivas na memória! _ Arquivadas para estudos e pesquisas do mundo interno.

















                Viva a maravilhosa precursora, inovadora, humaníssima pensadora NISE DA SILVEIRA !!!
- Fundadora da Casa das Palmeiras com a colaboração de mais quatro corajosas mulheres. (ler tudo na abertura deste Blog) 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ 

sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Saudades de Nise da Silveira

Nise da Silveira - 1970 - na Manifestação aos Quatro Elementos da Natureza / evento artístico.

 Não vamos deixar passar esta data 15/02/1905 – 30/10/1999.

         Saudades, sempre, da sábia pensadora, médica, filósofa, precursora em abrir portas dos direitos sociais e criativos a todo e qualquer ser humano, em especial os desprovidos de saúde mental e emocional.

           Nise da Silveira a mulher que amou demais. Foi toda doação de si para a humanidade, animais, a cultura, a Vida!

Frases de Nise que, eventualmente, aqui já foram publicadas:

“Todo mundo deve inventar alguma coisa, a criatividade reúne em si várias funções psicológicas importantes para a reestruturação da psique. O que cura, fundamentalmente, é o estímulo à criatividade.”

“É necessário se espantar, se indignar e se contagiar, só assim é possível mudar a realidade.”

“Para começar a estudar é preciso, de início, capinar. Capinar, capinar, capinar... Intensamente. Somente, após longo trabalho de capinação é que você poderá trocar o ancinho por um longo pente, e passá-lo sedosamente nos cabelos de uma mulher.”

“A contaminação psíquica é pior que piolho. Vai passando de uma cabeça para outra, numa rapidez incrível. E, como você sabe todo mundo já pegou piolho.”

“Há psiquiatras muito inteligentes, não levam ao pé da letra quando chamei de burrice exemplar da psiquiatria. Jung, por exemplo, não era só um psiquiatra, era um gênio. Foi um homem que levou a psique ao encontro da matéria. Ele reúne matéria e espírito e se aproxima de algo, em psicologia, muito próximo de Einstein. Uma coisa é considerar que matéria e espírito são um só. Outra é a visão cartesiana, que considera a matéria, o bicho, o homem, uma máquina que funciona isoladamente com a razão no alto da cuca comandando”.     

“Sabemos muito pouco da mente, da natureza psíquica, das emoções. Desenhar, pintar, modelar, gravar, depois colocar os nomes, datar os trabalhos e guardá-los em série estas imagens plásticas para pesquisa é ter a possibilidade de um dia, no futuro, se chegar a uma compreensão mais clara e profunda do mundo interno destas pessoas tão enigmáticas, tão misteriosas. A ciência sabe muito pouca a este respeito. E o método para se aproximar de um conhecimento revelador é basicamente o pré-verbal, a pré-palavra. Temos oficinas de encadernação, carpintaria, música e teatro, dança e mímica, botânica, bordado e costura. Atividades expressivas podem apontar os caminhos da vida interna.”

“Os gatos são os seres mais lindos, inteligentes e independentes do mundo. Essa é a razão por que os homens têm tanta dificuldade de se relacionar com eles e os perseguem indiscriminadamente desde o início dos tempos.”

“Desprezo as pessoas que se julgam superiores aos animais. Os animais têm a sabedoria da natureza. Eu gostaria de ser como o gato: quando não se quer saber de uma pessoa, levanta a cauda e sai. Não tem papo.”

“Eu me sinto bicho. Bicho é mais importante que gente. Pra mim o teste é o bicho, se não passar por ele, não tem vez. Freud disse que quem pensa que não é bicho, é arrogante.”

“Só os loucos e os artistas podem me compreender.”

“A pesquisa e o estudo a partir das vertentes imagísticas estão apenas começando. Somente o ponto do iceberg despertou. A partir do século XXI, os interessados neste assunto devem se dedicar intensamente, pois, das imagens surgirão não só revelações sobre o corpo psicológico e físico, como descobertas das potencialidades mentais dos seres humanos. As descobertas futuras sobre o inconsciente revolucionarão a história da raça humana.

“É necessário se espantar, se indignar e se contagiar, só assim é possível mudar a realidade.

O psiquiatra inglês Ronald Lang, estando no Brasil e conhecendo, pessoalmente, a Doutora e sua obra, ficou profundamente tomado de emoções e encanto. A Doutora se viu seduzida por ele e dizia com sutileza: “O Laing era um gato.”

“Estamos socialmente condicionados a considerar a imersão total no espaço e no tempo exterior como coisa normal e saudável. A imersão, no espaço e no tempo interior, tende a ser considerada um afastamento antissocial, um desvio inválido, patológico per se e, de certo modo, desabonador. Para mim, faz muito mais sentido, como projeto de urgência desesperada em nossa época, explorar o espaço e tempo interiores da mente”. “A contribuição de Laing (Ronald) foi a exploração do espaço interior”.

“Eu não me atrevo a definir a loucura”.

“Porque passei pela prisão, eu compreendo as pessoas e os animais que estão doentes, pobres, que sofrem. Eu me identifico com eles”.

Um amigo sobre Nise: “Nise uma universidade, alma de artista. Agregava talentos sem linha divisória, separação”.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

domingo, 18 de outubro de 2020

Casa das Palmeiras _ Vaquinha _ Reforma do Telhado


  LINK ---      http://bit.ly/vaquinhacasadaspalmeiras

    A Casa das Palmeiras está, temporariamente, fechada para os usuários, em razão do Coronavirus-19 _ Para os clientes tem sido de uma falta imensa. Aguardam com ansiedade o retorno.

    Aproveitamos, nós da equipe, neste momento tão difícil, para cuidarmos de assuntos internos da própria instituição.
    Verificamos a urgência da reforma do telhado. Em tempos de chuva forte é grande a invasão d'água no interior da Casa, com riscos sérios em várias questões.
    Uma campanha se faz urgente _ VAQUINHA.

Thomas Pires Ferreira
enviou
há alguns segundoQualquer ajuda é alegria.

    Todos na Casa são voluntários _ salvo dois funcionários. Com imenso afeto, juntos, mantendo a distância, estamos trabalhando _ virtualmente _ com cuidados sem perder os contatos pessoais. 
     Antecipadamente, somos gratos.
    A CASA PRECISA MARTER-SE VIVA 
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~

segunda-feira, 13 de julho de 2020

Mario Novello e Nise da Silveira - encontro


           Mario Novello - foto numa livraria,1999
Visita do físico Mario Novello à Casa das Palmeiras e à Nise da Silveira no Grupo de Estudos C. G. Jung, Rua Marques de Abrantes 151/503, num tradicional encontro das quartas-feiras. Palavras no caderno de presença. Rio de janeiro, 28 abril 1998. O Grupo foi aberto neste dia com uma visita e curta exposição do físico Mário Novello sobre a questão do espaço-tempo.

“Em verdade, fiquei surpreendido pelo funcionamento da Casa das Palmeiras - que eu só conhecia por meio de informações de terceiros. O ambiente que ali me foi exibido foi tão interessante – não só pelo tratamento dado aos “pacientes”, mas principalmente pelo alto nível demostrado pelos participantes do Seminário - em diversos assuntos. Ademais, a experiência de conhecer esse novo ambiente aqui na – ‘Casa da Nise’ também me foi revelador.
Creio que este contato entre diferentes ”saberes” (saberes?) não só é por demais estimulante (para cada um de nós) como certamente produz um modo de caminho que aprofunda os contatos de / entre saberes aparentemente tão afastados quanto o conhecimento do tempo (pela visão dos físicos) e o desconhecimento geral do espaço (por todos nós, físicos e psicólogos).
Ademais, o ambiente relaxado simples, atencioso e de profunda reflexão - que aparece de imediato, para todos que aqui estejam - serve a um só objetivo: unir nosso saber em nome de um conhecimento vivo e não dogmático. É tudo que podemos esperar dessa união”.                                                                                           
                                                                                           Mario Novello

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~